We Love MJ
 
LoginLogin  MJ Fas - PortalMJ Fas - Portal  InícioInício  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  

Compartilhe | 
 

 Michael Jackson: A chocante verdade sobre sua morte nos arquivos do FBI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
byanca jackson
Blood on the Dance Floor
Blood on the Dance Floor


Mensagens : 1718
Localização : niteroi
Reputação : 9
Data de inscrição : 05/11/2009
Idade : 34

MensagemAssunto: Michael Jackson: A chocante verdade sobre sua morte nos arquivos do FBI   14th Janeiro 2010, 00:06



Por Deborah Ffrench

13 de janeiro de 2010, (Sawf Notícias) - Recentemente o FBI lançou arquivos sobre o mito Michael Jackson e sobre molestar criança. É hora de perguntar quem é realmente responsável por sua morte - Dr Conrad Murray ou a mídia?

A pergunta que eu ouvi ninguém perguntar na imprensa ou blogland em geral é: - "porque" Michael Jackson estava tomando um remédio extremo?
O que fez um homem relativamente conhecido por abstenção na primeira parte de sua carreira até meados da década de 1990, terminar seus dias em um quarto feito sob medida de ums trama?

Uma estrela de 10 anos de idade, catapultada para o estrelato após o sucesso de seus dois primeiros álbuns solo, a sua posição dominante na indústria da música coincidiu com a explosão de multimídia do final dos anos 1980
Um dos primeiros da nova geração de artistas que explorou plenamente o potencial enérgico de promoção de produtos como um veículo para chegar a novos públicos, em 1991 Michael Jackson - a marca, tinha penetrado na consciência do todos, os mais desenvolvidos do mundo e os subdesenvolvidos .

Com a acessibilidade sem precedentes, veio também a pressão sem precedentes. A pressão para manter e superar seus próprios padrões, a desconstrução constante pela imprensa, e isolamento emocional como as correntes douradas de uma vida vivida sob o microscópio cada vez mais rigorosa.
Não há espaço aqui para listar a enorme contribuição que ele fez para a vida de crianças em todo o globo. Seus esforços são uma questão de registro público e as informações sobre eles é obtida facilmente na web.

Basta dizer que, Michael não viu a criança como "povo alienado", mas como genuíno, cujo processo de personalidades sensíveis e preocupações eram dignos de respeito e proteção. Usando sua fama e riqueza para beneficiar radicalmente as vidas desses jovens era algo que Michael acreditava ser o seu objetivo final aqui, e é nesta perspectiva que talvez possamos compreender o dano catastrófico interno da cauterização pública que veio a partir de 1993, deve ter feito para ele.

Algo de podre foi deteriorando-se no centro da nossa mídia há algum tempo, mas levou a morte de um de seus bordões de página, favorito para expor a realidade do efeito deliberativo e acumulativo de ataque mental e emocional sobre uma pessoa realmente pode fazer.
Ele certamente agora é evidente com os saldos restantes nos meios de comunicação foram totalmente inadequadas e mesmo que fosse monitorado seriam incapazes de impedir a midia de vigiar e 'destruir' , pois isso é um padrão da midia que vai atras das pessoas.
A morte precoce de Michael não era um dado adquirido. Apenas os mais insensiveis negaria que o anestésico que o matou foi, na realidade, apenas uma formalidade.
O que matou Michael Jackson foi a agonia de ser posto em um julgamento, sem base prolongada e
exposto no mundo todo - sabendo que se fosse considerado culpado, ele perderia a guarda de seus filhos.
E mesmo depois de sua absolvição, enfrentou a difamação incessante da mídia que optou por simplesmente ignorar um veredicto , foi mais conveniente e gerou economia.

Análise clara do jornalista britânico Charles Thomson dos arquivos que FBI recentemente lançou o que pode ser visto em:

http://charlesthomsonjournalist.blogspot.com/2010/01/fbi-files-support-j ...

- Ponto de vista de Thomson,:
por discriminação os arquivos revelam não só a incapacidade de ambos o FBI e a polícia de Los Angeles para fornecer qualquer evidência de conduta criminosa por Jackson em uma investigação que durou mais de uma década, mas também a interferência contínua dos meios de comunicação.

É importante notar que existe uma profunda diferença entre o FBI dizendo que X e Y foram alegadas, e dizendo que o FBI investigou X e Y - e encontrar X e Y para ser provado.
Thomson diz que revisão dos arquivos é, portanto, leitura obrigatória para qualquer pessoa que queira separar os fatos do sensacionalismo que têm dominado grande parte da mídia de informação sobre eles.

Porque a verdade é que, após a investigação mais aprofundada o dinheiro do contribuinte norte-americano poderia comprar, uma das agências do mundo, reunindo tudo na inteligência , e da polícia de Los Angeles veio com precisão; nada.
Em vez disso, foram servidos uma colagem de recorte artigos de um tablóide britânico, as recordações de uma mulher duvidosa em um trem, e dois ex-funcionários que só se manifestaram após a alegações de 1993 e que, coincidentemente, também estavam vendendo um livro para quem quisesse ler.

Muito antes de o Dr. Murray nunca se escreveu nada de bom sobre Michael , eram só mentiras de proporções épicas que pôs em marcha uma série de eventos cataclísmicos que levaria Michael ao estado de prostração profunda que nós vimos em 2005.
Evan Chandler - um conhecido homem bruto, e Janet Arviso, uma comprovada fraude e caçadora de dinheiro, manipulando o sistema penal americano e uma mídia disposta a enterrar Michael sob o rótulo de o pior ser existente da sociedade .
Nenhuma prova foi requerida, que fosse suficiente. E o mundo assistiu evidentes falsos testemunhos das testemunhas e que foi esquecido na correria para crucificar um homem tão celebrado anteriormente.

A inevitavelmente, frenética cobertura da mídia do iminente julgamento do Dr. Murray, que reproduz os detalhes dos momentos anterior a morte de Michael , agora já começou a crescer. É mais do que um pouco perturbador observar a rapidez com que essas mesmas pessoas que participaram ativamente na degradação e erosão do espírito de Michael e dignidade para mais de 15 anos, reagruparam-se em focalizar o Dr. Murray como o «bode expiatório» para o papel que ele desempenhou na morte de Jackson. A culpabilidade Murray não pode ser negada, mas estava longe de estar sozinho em seu oportunismo.

Onde estavam essas vozes que agora lamentam na epoca do "desperdício de recursos" e os "direitos" dos contribuintes quando Tom Sneddon autorizou o uso de milhões de dólares de verbas federais para perseguir Michael na sua queda profundamente pessoal e cega »do, então - a maior pop estrela no planeta?

Michael Jackson e a falida Cidade dos Anjos nao caíram sozinhos. Para um país que pode brilhar tão brilhante quando ele escolhe - o que os Estados Unidos fizeram a este homem permanece como um dos exemplos mais vergonhosos da crueldade da engenharia e da perseguição absoluto para ser testemunhado nos tempos modernos.


http://www.sawfnews.com/Gossip/62205.aspx

_________________


love you more than anything I know you're alive and back to the love you too

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.michaeljacksonteamamos.blogspot.com
 
Michael Jackson: A chocante verdade sobre sua morte nos arquivos do FBI
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dois anos depois de sua morte, Michael Jackson é homenageado ao redor do mundo
» Michael Jackson: A verdade chocante sobre os Arquivos do FBI
» O que os famosos falam sobre Michael Jackson
» Jason Pfeiffer volta a dizer que teve caso com Michael Jackson
» Os filhos de Michael Jackson no aniversário de morte do pai

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Michael Jackson Fãs :: Notícias :: Notícias-
Ir para: